Pirajuí – A Polícia Civil de Pirajuí (58 quilômetros de Bauru) alerta para uma nova modalidade de golpe que está sendo aplicada na região onde estelionatários furtam cartões das vítimas se passando por funcionários dos bancos para fazerem saques e transferências. Dois suspeitos foram identificados, mas as investigações prosseguem.

Num dos casos mais recentes, um homem ligou para o aparelho fixo de um aposentado de Pirajuí no último dia 27, identificou-se como funcionário de uma loja e disse que o cartão dele havia sido clonado, orientando-o a telefonar para o 0800 do banco.

De acordo com a polícia, o golpista teria “segurado” a ligação e, ao telefonar para o número do banco disponível atrás do cartão, a vítima acabou conversando com a mesma pessoa da ligação anterior, pensando se tratar de um atendente da instituição.

Sob o pretexto de analisar eventual clonagem, o interlocutor afirmou que enviaria um funcionário até a casa do cliente para retirar o cartão e enviar até Campinas. Momentos depois, um homem foi até o local, mas, desconfiado, o aposentado pediu seu RG.

Na sequência, ele ameaçou chamar a polícia e o suspeito acabou fugindo em um carro prata com placas de Belo Horizonte, conduzido por outro homem, deixando o RG para trás. O documento do falso funcionário foi entregue à Polícia Civil e apreendido.

As investigações levaram à identificação de dois suspeitos, de 44 e 34 anos, moradores da Capital. Eventuais vítimas de crimes semelhantes podem entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone 197 para formalizar a ocorrência.

Fonte:www.jcnet.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome