As mudanças ocorreram nas praças de Sertãozinho e Pitangueiras, nesta quarta-feira, 29

Nesta quarta-feira, 29, dois pedágios da Região Metropolitana de Ribeirão Preto tiveram posicionados radares para controle de velocidade por meio das lombadas eletrônicas nas pistas de cobrança automática. A medida, segundo a concessionária Entrevias, visa maior segurança aos motoristas.

A mudança vai ocorrer nas cidades regionais de Sertãozinho e Pitangueiras nas rodovias SP-322 e SP-330, respectivamente. O limite máximo permitido para ambos os sentidos de direção, na aproximação das praças de pedágio de cobrança automática é de 40 km/h. O motorista que exceder o estabelecido receberá multa conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). 

A operação não inclui, por enquanto, a praça de pedágio localizada em Sales Oliveira, que está em fase de homologação. A instalação das lombadas está prevista no contrato de concessão firmado com o Governo do Estado, sob fiscalização da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

O principal objetivo é ampliar a segurança do usuário na passagem de veículos que utilizam esse sistema de pagamento, diz a concessionária. Na pista de cobrança automática, os motoristas não param para realizar o pagamento da tarifa, pois o desconto é feito pela utilização de TAG (dispositivo eletrônico que libera a passagem e é comercializado pelas operadoras do ramo). 

A velocidade máxima estabelecida nas pistas de pedágio eletrônico, de 40 km/h, tem objetivo evitar colisões traseiras e choques contra a própria cabine da praça de pedágio e entre outros veículos. De acordo com a empresa, o contrato de concessão prevê que a concessionária apenas instale e mantenha em condições de operação os sistemas de fiscalização de velocidade. A gestão das multas é de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). 

Fonte:www.revide.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome