Lucas Moura foi o grande destaque do Tottenham, hoje, na semifinal da Liga dos Campeões. O meia-atacante marcou três gols contra o Ajax e colocou os Spurs na grande decisão da Champions. Uma redenção para quem chegou ao clube inglês praticamente desacreditado.

Lucas surgiu no São Paulo como grande revelação na base tricolor. No time principal, brilhou e acabou negociado com o PSG em 2012. A chegada na França foi cheia de expectativa, mas o brasileiro nunca “explodiu”.

Depois que o PSG reforçou o elenco com Neymar e Mbappé em 2017, Lucas virou reserva e perdeu espaço. Deixou o clube em janeiro de 2018 como um mero coadjuvante para ter mais espaço no Tottenham. Na chegada à Inglaterra, viu o técnico Mauricio Pochettino mandar um recado publicamente de que ele precisava “demonstrar que é melhor que nossos jogadores”.

Lucas se provou aos poucos, começou a ganhar mais chances e, na atual temporada, virou peça importante. Começou 2018-19 já com o prêmio de melhor jogador de agosto do Campeonato Inglês. Depois, ganhou lugar de vez no time ao substituir Kane e Son quando ambos estavam lesionados.

Na Liga dos Campeões, o brasileiro participou de 11 das 12 partidas da equipe na competição e voltou a ser insubstituível nesta reta final com nova lesão de Kane. Lucas marcou cinco gols na Champions, três deles só na partida de ontem contra o Ajax. Está na final como herói.


Lucas Moura comemora gol para o Tottenham na vitória por 3 a 2 sobre o Ajax pelas semifinais da Liga dos Campeões da EuropaImagem: Matthew Childs/Reuters

fonte:www.esporte.uol.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome