Araraquara chega nesta segunda-feira (27) a 10.960 casos confirmados de dengue deste o começo do ano, segundo boletim divulgado pela Vigilância Epidemiológica. Foram 566 casos a mais que na última semana. Apesar do número ainda ser alto, o número de casos começa a diminuir.  No total, a Vigilância registrou 12.460 notificações, destes, 1.165 casos foram descartados e 359 foram colocados como inconclusivos.  

Combate
No último sábado (25), equipes da Vigilância encerraram o arrastão da região norte da cidade – Jardim Veneza, Indaiá, São Rafael, Jardim Serra Azul, Residencial Santa Luzia, Jardim Boa Vista, Jardim Adalberto Roxo, Selmi Dei, Romilda Barbieri, Residencial Laura Molina e Valle Verde. De lá foram retirados 8,9 toneladas de inservíveis.

O arrastão envolveu 300 pessoas, divididas em 20 equipes, com 20 caminhões. Nos dois anteriores, já haviam sido recolhidas 38,1 toneladas de inservíveis, ou seja, as equipes encerraram a varredura retirando 47 toneladas de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti das residências e terrenos baldios. 

As ações de combate à dengue continuam, contando também com o trabalho do grupo de apoiadores. No total, 110 apoiadores já foram contratados, sendo que 63 iniciaram os trabalhos nesta segunda-feira (27). Outros 56 estão em processo de admissão.  

Na última sexta-feira (24), por conta da queda significativa das notificações de casos de dengue, foi fechado o polo de atendimento de pacientes com suspeitas da doença que funcionava na região central, o dengário da Rua 5. Nas últimas semanas, dos cerca de 100 atendimentos diários que eram prestados na unidade, era registrada 1 notificação de dengue, em média. E, em alguns dias, não havia notificação.  

O atendimento aos pacientes com suspeitas da doença continua sendo realizado diariamente, incluindo sábados e domingos, das 7h às 20h, no polo instalado na sede da Vigilância Epidemiológica, no Cear, além das três UPAs e unidades básicas de saúde.  

A Prefeitura reforça a necessidade de colaboração dos moradores no recebimento dos agentes, que trabalham sempre uniformizadas e com crachá de identificação. Mais informações, pelo telefone da Ouvidoria da Vigilância Epidemiológica, que é o 0800-7740440, ou no whatsapp da Prefeitura, o (16) 99760-1190. 

Fonte: Cidade On/Araraquara

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário.
Por favor, digite seu nome